MATRÍCULAS PARA NOVOS INGRESSOS: Disponíveis mais de 1,3 milhão de vagas

0
83

O MINISTÉRIO da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH) tem disponíveis, para o próximo ano lectivo, 1.324.376 vagas para novos ingressos da 1.ª classe.

O número representa uma ligeira redução na oferta, comparativamente ao presente ano lectivo, em que mais de 1.5 milhão de crianças foram inscritas.

A porta-voz do MINEDH, Gina Guibunda, explica que a aparente redução no número de vagas tem em conta os dados fornecidos pelo sector de Estatísticas, mas que poderá ser ultrapassado devido a questões estruturais.

“Sabemos que tivemos crianças deslocadas ou afectadas por outros fenómenos sociais e estas tiveram que desistir da primeira classe e que poderão ser matriculadas para o ano, mesmo com sete anos de idade”, explicou.

Esta é a primeira vez, desde a aprovação da Lei do Sistema Nacional da Educação, que o sector da Educação vai cumprir com a obrigatoriedade de matricular apenas crianças que completam seis anos até 30 de Junho.

Guibunda recordou que as matrículas para este subsistema de ensino são gratuitas e apelou a todos os estabelecimentos de ensino a cumprir com este pressuposto. Revelou que as aulas para o ano lectivo 2022 terão início em Fevereiro, o que será antecedido da cerimónia de abertura na última semana de Janeiro.

Para os novos ingressos, as matrículas iniciaram a 1 de Outubro, num processo que vai se prolongar até 31 de Dezembro. As inscrições são orientadas para crianças nascidas em 2016, ou seja, que completam seis anos até 30 de Junho de 2022, tal como preconiza a Lei 18/2018, de 28 de Dezembro.

Refira-se que desde 2014 as matrículas para a 1ª classe se realizam no ano anterior, contrariamente ao que acontecia no passado, em que as inscrições decorriam a partir do primeiro dia útil do mês de Janeiro.

Apesar de a previsão do processo estender-se por três meses, no ano passado algumas escolas localizadas nos centros urbanos esgotaram as vagas logo na primeira semana. Entretanto, há estabelecimentos que prolongaram até Janeiro deste ano, enquanto outros não preencheram as vagas inicialmente previstas.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here