Wanbao com trabalhadores em situação ilegal em Gaza

0
94

DEZENAS de trabalhadores provenientes da China que trabalham em acampamentos agrícolas destinados a produção de arroz, no quadro do projecto Wanbao, em implementação no perímetro irrigado de Limpopo, estão associados a permanência ilegal no país.
Em Xai Xai, província de Gaza, está localizado o maior projecto, chinês de produção de arroz em África. Trata-se da Wanbao, uma iniciativa que depois de ter arrancado, em 2000, com uma parceria entre os governos moçambicano e chinês, em 2017 passou a ser gerido por uma empresa privada, a China Railway 20 Bureau Group (CR20).
Fontes ouvidas pelo Noticias revelaram que grande parte dos trabalhadores chineses, cerca de quarenta, permanecem no país com visto de turismo e em alguns casos caducados.
Contactamos ontem os escritórios centrais da empresa na cidade de Xai Xai. Enoque Mutemba, que se identificou como um dos responsáveis pelo controlo de documentação de mão-de-obra estrangeira, admitiu que há, de facto, processos irregulares e sublinhou que alguns vistos se encontram caducados.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here