Nhongo abatido em confronto com as FDS

0
94

AS Forças de Defesa e Segurança (FDS) anunciaram ontem a morte, em confronto, do líder da Junta Militar da Renamo, Mariano Nhongo, no distrito de Cheringoma, província de Sofala.

O anúncio foi feito pelo Comandante-Geral da Polícia, Bernardino Rafael, que explicou que a morte de Nhongo ocorreu na sequência das operações que as FDS vêm conduzindo no Teatro Operacional Centro, que visavam neutralizá-lo.

“Sempre vínhamos anunciando que as FDS estavam em operações na região Centro, o que resultou na morte de Mariano Nhongo, o líder da Junta Militar, e um dos seus seguidores mais próximos”, afirmou Bernardino Rafael.

Segundo o Comandante-Geral da Polícia, os confrontos que culminaram com a morte de Nhongo começaram cerca das 7.30 horas, numa zona chamada Ndlovu, no distrito de Cheringoma, envolvendo homens do grupo dissidente da Renamo e uma unidade das FDS, em operação de patrulha.

Bernardino Rafael disse que as FDS fizeram de tudo para neutralizar Nhongo com vida de modo a que este pudesse responder pelos seus actos na justiça. “Infelizmente, eles (Nhongo e os seus homens) foram os primeiros a atacar a patrulha das FDS e o resultado foi a morte do chefe da junta militar.

Ele lembrou que vários apelos foram lançados para que o dissidente da Renamo abandonasse as matas e os combates para se integrar ao processo de Desmobilização, Desarmamento e Reintegração (DDR). Inclusive no passado dia 4 de Outubro, dia da Paz e Reconciliação, disse Bernardino Rafael, o Presidente da República e Comandante-Chefe das FDS, Filipe Nyusi, lançou mais um apelo para para que ele abdicasse desta luta.

Bernardino Rafael disse que as FDS estavam no cumprimento de um comando que era capturá-lo para que ele respondesse pelos seus actos, mas “lamentavelmente não foi possível porque ele continuou a resistir e a combater. Hoje houve esse incidente em que ele morreu”, disse.

A FDS estão neste momento a trabalhar no sentido de levar o corpo do finado para entrega-lo à família, a fim de realizar um funeral condigno.

Nesta operação foram ainda recuperadas três armas tipo AKM, uma pistola e  munições.

+ posts

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here