19 C
Maputo
Quinta-feira, 18 - Agosto, 2022

PR destaca DDR como ganho dos Acordos de Maputo

+ Recentes

O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, considerou hoje o Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR), como um dos ganhos da assinatura dos Acordos de Maputo, entre o Governo e a Renamo a 6 de Agosto de 2019.
Está informação foi tornada pública hoje na página do Facebook do Presidente da República.
Na nota, Nyusi exalta a passagem do terceiro aniversário da assinatura do Acordo de Paz e Reconciliação Nacional entre o Governo e a Renamo em Maputo e que foi antecedido do Acordo de assinado em Gorongosa, entre o Chefe do Estado e Ossufo Momade.
“O entendimento visava trazer a paz definitiva ao país e foi precedido do Acordo de Cessação Definitiva das Hostilidades Militares, assinado a 1 de Agosto de 2019, em Gorongosa, na província de Sofala”, refere.
Segundo Nyusi, os resultados deste acontecimento são evidentes, os seus termos estão a ser observados, o que traz esperança acrescida para o país, onde podemos destacar a fase conclusiva do DDR.
Nyusi congratulou o líder da Renamo, Ossufo Momade, pelo seu esforço na materialização dos compromissos assumidos de paz e harmonia.
O Chefe do Estado moçambicano agradeceu ao Enviado Pessoal do Secretário das Nações Unidas, Mirko Manzoni, pelo papel assumido na busca da paz duradoura para o país, bem como aos homens e mulheres que participam directamente no processo, quer como binificiario quer como facilitadores e , sobretudo, a todos os moçambicanos que aspiram por um país de paz e prosperidade.

- Publicidade-spot_img

Destaques