Sexta-feira, 24 Maio, 2024
Início » Cresce expectativa de uma solução para crise de água

Cresce expectativa de uma solução para crise de água

Por Juma Capela
174 Visualizações

HORÁCIO JOÃO

A CRISE de água que afecta cerca de 200 mil pessoas, nos  bairros periféricos da cidade da Beira, já tem uma solução à vista, com a progressão física das obras de construção do Centro Distribuidor de Estoril, cuja conclusão está prevista para Outubro do corrente ano.

O empreendimento está orçado em cerca de 800 milhões de meticais e contempla uma série de infra-estruturas hidráulicas, como a reabilitação do Centro Distribuidor da Munhava, da Estação de Captação de Mutua e Dingue-Dingue, a abertura de novas condutas adutoras, a intervenção em 30 quilómetros da rede e expansão de outros 70 quilómetros na zona de Estoril.

O objectivo é aumentar a cobertura de água dos actuais 62 para 85 por cento, com grande impacto para os consumidores, para além da drástica redução dos níveis de perdas, na casa dos 14 por cento na facturação comercial e de fugas na tubagem e contadores.

banner

Também vai-se substituir contadores existentes, com a introdução do sistema pré-Pago, para evitar o acúmulo de dívidas e reclamações dos consumidores.

Assim, nos próximos dias, está previsto que Macúti e Estoril venham a ter água em mais seis horas de tempo de cobertura, relativamente à actual que é praticamente insignificante.

Os desenvolvimentos, no terreno, dão esperança de que a solução adoptada irá, de facto, “desmanchar o nó” no abastecimento de água na cidade da Beira.

O Ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, Carlos Mesquita, que visitou, recentemente, este projecto para medir o pulsar das obras, que decorrem desde Outubro passado, manifestou satisfação com o progresso.

Trata-se, conforme descreveu, de um empreendimento que não só é necessário para a urbe, como também para a vizinha autarquia do Dondo e para o posto administrativo de Mafambisse.

Reconheceu haver um défice de água no terreno, associado ao nível demográfico que cresce consideravelmente, num ritmo de 3,5 por cento ao ano, incrementando sobremaneira os desafios  e demanda.

“Este projecto vai ter tudo novo, desde o Centro Distribuidor de Estoril, escritórios, postos de transformação de energia e equipamentos para o tratamento de água à altura. Acreditamos que com este desenvolvimento, vamos poder…

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Leave a Comment

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia