Domingo, 26 Maio, 2024
Início » INTERDIÇÃO DA PONTE SAMORA MACHEL: Transportadores acumulam prejuízos

INTERDIÇÃO DA PONTE SAMORA MACHEL: Transportadores acumulam prejuízos

Por Issa Likwembe
159 Visualizações

OS transportadores de carga da Zâmbia para o Porto da Beira e vice-versa dizem estar a acumular prejuízos devido à interdição da circulação de camiões na Ponte Samora Machel, na cidade de Tete.
Entretanto, a Administração Nacional de Estradas (ANE, IP) prorrogou a interdição da circulação de veículos pesados com carga sobre a ponte até 12 de Janeiro, contra as previsões iniciais que apontavam para o levantamento da proibição hoje.

A decisão surge para dar lugar aos trabalhos de correcção de anomalias adicionais detectadas durante a intervenção em curso.
Enquanto isso, estima-se que cada camião com contentor imobilizado na Estrada Nacional Número Sete (N7) represente perdas diárias de 200,00 dólares, o equivalente a cerca de 12.600,00 meticais.

Alguns automobilistas que falaram ao “Notícias” explicaram que os contentores transportados são alugados com prazos de devolução que não estão a ser cumpridos porque os camiões estão retidos na zona da báscula, na cidade de Tete.
Os condutores aguardam o fim da reparação e inspecção exaustiva da ponte, que na última quinta-feira teve uma das suas âncoras dos cabos pendurais rompida na passagem de camiões com excesso de carga.
O director-geral da ANE, Elias Paulo, pediu paciência aos utentes da ponte e exortou ao cumprimento dos limites de carga para que a infra-estrutura não volte a passar por situações semelhantes, prejudicando a economia, face à sua relevância no comércio dos países do “hinterland”.

Leia mais…

banner

Artigos que também podes gostar

Leave a Comment

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia