Domingo, 26 Maio, 2024
Início » Missão difícil, mas não impossível

Missão difícil, mas não impossível

Por Leovigildo Cruz
435 Visualizações

GIL CARVALHO, em Abidjan

É JÁ esta tarde, a partir das 16.00 horas de Maputo (14.00 horas em Abidjan), no Estádio Felix Houphouet-Boigny, que as duas selecções dos PALOP, Moçambique e Cabo Verde, se cruzam no Grupo “B”, para a segunda jornada desta primeira fase do CAN, que decorre desde sábado passado na Costa do Marfim.

Para Chiquinho Conde, pelo menos por aquilo que deu a entender na conferência de imprensa ontem do lançamento do jogo, a ambição dos “Mambas” passa por vencer Cabo Verde.

O técnico não quis abrir o jogo em relação ao confronto desta tarde, mas afirmou que “viemos para este CAN para escrever a nossa história com letras garrafais”, mostrando, logo a priori, a sua intenção em pontuar.

banner

Muito reservado e cauteloso nas suas declarações, o técnico nacional, mais uma vez, disse que “vamos encarar o jogo como se de uma final se tratasse. Apesar do jogo contra o Egipto, continuamos a ser ‘outsiders’. Temos vindo a analisar os jogos de Cabo Verde. São fortes defensivamente, é uma equipa pragmática. Rápida nas transições defesa/ataque. Mas todas as equipas têm sempre o seu ponto fraco e é isso que queremos explorar, com humildade e respeito pelo adversário. E temos que fazer isso com rigor técnico”.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Leave a Comment

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia