Terça-feira, 25 Junho, 2024
Início » INUNDAÇÕES URBANAS: Drama das famílias sem solução à vista

INUNDAÇÕES URBANAS: Drama das famílias sem solução à vista

Por Jornal Notícias
356 Visualizações

ETELVINA DOS SANTOS

MILHARES de desalojados, casas alagadas e mobilidade condicionada ainda caracterizam alguns bairros das cidades de Maputo e da Matola, afectados pelas chuvas intensas registadas em Março e Abril últimos.
Nos bairros Hulene, Maxaquene, Costa do Sol, Magoani-ne “A”, “B” e “C”, Mahotas, na capital do país; Liberdade, Matola-Gare,Infulene, Machava e Nkobe, no município da Matola, o cenário é desolador.
A saturação do lençol freático faz com que a água brote do subsolo, juntando-se à pluvial, formando charcos.
A situação é agravada pela falta ou ineficiência dos sistemas de drenagem, facto que tem propiciado, ainda, a eclosão de doenças de origem hídrica e condicionamento das actividades quotidianas dos moradores.
A fúria da água causou não só prejuízos materiais, como também traumas nos que assistiram os seus bens a serem arrastados pela água, passando a depender de botas para circular ou procurar abrigo nos centros de acolhimento, residências de familiares ou arrendar uma casa.
Virgínia Mbalane, residente em Hulene, desde 1978, perdeu quase tudo. Durante os 46 anos que reside na zona, nunca presenciou tal situação e, nas épocas chuvosas anteriores, a água não demorava a secar.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia