Domingo, 26 Maio, 2024
Início » MISA quer se constituir assistente no processo sobre assassinato do jornalista Chamusse

MISA quer se constituir assistente no processo sobre assassinato do jornalista Chamusse

Por admin-sn
154 Visualizações

O MISA Moçambique depositou hoje uma petição na Procuradoria-Geral da República (PGR) para se constituir assistente no processo-crime relativo ao assassinato do jornalista João Chamusse, ocorrido quinta-feira, no posto administrativo de KaTembe-N’Sime.

O anúncio foi feito pelo presidente do MISA, Jeremias Langa, que exige uma investigação séria e profunda para se apurar a verdade material.

“Queremos saber as circunstâncias e motivações que originaram a morte por assassinato do colega João Chamusse”, disse.
Langa pede ao Ministério Público que não caia em tentação de chegar a verdades fáceis.

“Achamos que o esclarecimento deste crime é importante para o estabelecimento das liberdades neste país. Muitos profissionais estão intimidados devido à ocorrência deste crime”, referiu.

banner

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Leave a Comment

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia