Domingo, 26 Maio, 2024
Início » ILHAS PRIMEIRAS E SEGUNDAS: Reduz captura da tartaruga marinha

ILHAS PRIMEIRAS E SEGUNDAS: Reduz captura da tartaruga marinha

Por Issa Likwembe
123 Visualizações

A ÁREA de Protecção Ambiental das Ilhas Primeiras e Segundas, localizadas nas províncias de Nampula e Zambézia, continua palco de captura ilegal de tartaruga marinha. Porém, o número de pessoas encontradas a praticar este crime ambiental já sugere uma redução do fenómeno comparativamente aos anos anteriores.

Durante os anos de 2021 e 2022 foram presas sete pessoas por ligação à prática, o que perfaz uma média de três infractores flagrados a cada ano, contra uma detenção ocorrida no ano passado.

De acordo com Semo Mapai, oficial de Gestão de Recursos Naturais no Fundo Mundial para a Natureza (WWF), a redução do número de detenções e prisões ligadas a este crime é consequência do trabalho de monitoria e sensibilização da população para abandonar a prática.

A falta de actividades alternativas de geração de renda é vista como causa  directa da apetência pelo crime, visto por alguns círculos como forma de sobrevivência de muitas famílias.

banner

Para fazer face a esta tendência, o WWF apoiou as comunidades, envolvendo parceiros, com destaque para a Blue Action Found e Fundação para a Conservação da Biodiversidade (BIOFUND), em coordenação com a Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC).

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Leave a Comment

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia