Segunda-feira, 24 Junho, 2024
Início » Tempestade Filipo fere e deixa rastos de destruição

Tempestade Filipo fere e deixa rastos de destruição

Por admin-sn
850 Visualizações

SETE pessoas contraíram ferimentos, entre graves e ligeiros, nos distritos de Inhassoro, Vilankulo e Mambone, segundo uma avaliação preliminar do impacto da tempestade tropical severa Filipo, que na manhã de ontem atingiu a zona continental do país através da província de Inhambane.

O “Notícias” apurou que o fenómeno afectou igualmente 531 famílias, correspondente a 2555 pessoas, e destruiu 510 casas, maioritariamente de construção precária.

Há também o registo da danificação de 14 unidades sanitárias, seis escolas, casas de culto, postos de transporte de energia eléctrica, para além de condicionar a transitabilidade rodoviária e devastar culturas.

Gilberto Miguel, delegado do Instituto Nacional de Gestão do Risco de Desastres (INGD) na província de Inhambane, afirmou que até ao fim da tarde de ontem o cenário era de destruição, sobretudo de residências.

the_ad_group(621);

Assim, equipas do INGD estão no terreno a prestar assistência às vítimas e a tirar pessoas das zonas inundadas.

Miguel afirmou que as famílias estão num grande sofrimento, por terem visto as suas casas destruídas, perdendo quase todos os bens.

“Estamos a prestar os apoios necessários para minimizar o seu sofrimento. Foram transferidas algumas pessoas que estavam em zonas críticas”, disse.

Os centros operativos de emergência e os comités locais estão a trabalhar com a população sensibilizando-a a abandonar as suas residências, principalmente nas localizadas em zonas baixas.

O Instituto Nacional de Meteorologia indica que o fenómeno evoluiu para tempestade tropical severa, com chuva entre 100 e 200 milímetros em 24 horas, acompanhadas de ventos.

O mau tempo atinge os distritos de Homoíne, Funhalouro, Inharrime, Jangamo, Mabote, Massinga, Zavala, Morrumbene, Massinga, Vilankulo, Inhassoro, Govuro, Panda e cidades da Maxixe e Inhambane.

Está a afectar, também, Massingir, Chókwè, Bilene, Limpopo, Mandlakazi, Chicualacuala, Mapai, Mabalane, Chigubo, Chibuto, Guijá, Chongoene e cidade de Xai-Xai…

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia