Segunda-feira, 22 Julho, 2024
Início » REFLEXÕES DA MUVALINDA: Sexta-feira Santa

REFLEXÕES DA MUVALINDA: Sexta-feira Santa

Por admin-sn
1,1K Visualizações

Cândida Muvale*

ESTAMOS na semana Santa, período que inicia no domingo de Ramos, que relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e termina com a ressurreição de Cristo, que acontece no domingo de Páscoa.

Hoje, sexta-feira Santa, celebra-se um feriado religioso do cristianismo, que simboliza a morte de Jesus Cristo. No ano 33, Jesus Cristo foi morto e crucificado pelo Império Romano, onde guardas romanos colocaram uma coroa de espinhos na sua cabeça. Jesus carregou a cruz e pouco depois foi morto e crucificado.

A sexta-feira Santa acontece sempre dois dias antes da Páscoa – que se celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Ela não tem uma data fixa, desse modo, não há um dia específico para ser comemorado. Segundo a tradição cristã para definir o dia da Sexta-Feira Santa considera-se a primeira sexta-feira de Lua Cheia após o equinócio de outono no hemisfério sul ou depois do equinócio de primavera no hemisfério norte do globo. Sendo assim, a data pode ocorrer entre os dias 22 de Março e 25 de Abril.

De acordo com o cristianismo, a Sexta-Feira Santa é um dia de reflexão sobre o sacrifício de Jesus Cristo na cruz. É bastante frequente a ocorrência de reconstituições, homenagens e outras formas de representações artísticas de como teriam sido os últimos dias de vida de Jesus Cristo que inclui o julgamento, crucificação e também a ressurreição.

Neste dia, muitos que se dizem cristãos mas não são praticantes fazem questão de participar nas missas e nos cultos, muitos nesta semana santa se abstém do consumo da carne vermelha, jejuam e fazem os possíveis para se abster dos pecados carnais.

Seria muito bom que não fôssemos cristãos e frequentadores da casa do Senhor apenas na quaresma, no Domingo de Ramos, Semana Santa, Sexta-Feira Santa e Páscoa. Seria magnífico que fôssemos seguidores de Cristo nos 365 e/ou 366 dias do ano, independentemente das ditas datas especiais como a Páscoa e o Natal. Seria incrível que mais do que religiosos fôssemos acima de tudo crentes em Deus e no seu filho unigénito Jesus Cristo e que não nos baseássemos nos rituais religiosos, mas na palavra de Deus fazendo os possíveis para seguir o exemplo de Jesus Cristo. Seria maravilhoso que o ir a igreja não fosse apenas para status social, mas sim porque assumimos que nós somos a igreja e devemos conviver uns com os outros para nos fortificar e juntos louvarmos ao nosso Deus. Seria ideal que as seitas não usassem a palavra de Deus de forma distorcida com a intenção de usurpar muito da pouca renda dos crentes. Seria engrandecedor se todo aquele que se considera cristão e até mesmo fez o acto público de aceitar a palavra através do baptismo não abrisse a Bíblia apenas aos domingos na missa ou culto, mas sim tivesse um devocional diário de leitura da bíblia, meditação e oração, tal como bebe água todos os dias.

Jesus Cristo morreu por nós, para nos resgatar do pecado e termos a vida eterna, tal como vêm patente em João 3:16 – “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigénito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

Espero que essa Sexta-Feira Santa sirva para que todos nós cristãos ou simpatizantes do cristianismo possamos reflectir sobre a nossa vida espiritual e nos fazermos a seguinte pergunta: “Será que estou a caminhar com Cristo, guardando e obedecendo os seus mandamentos?!”. Para essa questão cada um terá a sua resposta individual, mas caso a resposta seja não, ainda há tempo para se arrepender e o verdadeiro arrependimento é aquele que gera mudanças e não apenas faz jorrar lágrimas pelos olhos, Deus está de mãos abertas para te receber como um filho pródigo, volte a Deus.

Votos de Feliz Sexta-feira Santa e Feliz Páscoa a todos. Muitas bênçãos

*Psicóloga e Activista Social

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia