Segunda-feira, 20 Maio, 2024
Início » TVM, Correios e DOMUS saem do endividamento

TVM, Correios e DOMUS saem do endividamento

Por Jornal Notícias
1,5K Visualizações

A Televisão de Moçambique, Correios de Moçambique e DOMUS (Sociedade Anónima de gestão imobiliária) conseguiram, no ano transacto, liquidar por completo, as dívidas dos seus respectivos Balanços Patrimoniais.

Este avanço ocorre depois de em 2022, a Rádio Moçambique ter conseguido também liquidar na totalidade as suas dívidas.

Recorde-se que a empresa Correios de Moçambique foi extinta pelo Governo em 2021, no quadro do processo de reestruturação do Sector Empresarial do Estado.

“Cerca de 70 por cento da dívida directa do SEE está nos balanços patrimoniais de apenas três empresas designadamente: Aeroportos de Moçambique (32,6 por cento), Caminhos de Ferro de Moçambique (18,5 por cento) e Linhas Aéreas de Moçambique (17,3 por cento)”, lê-se no documento.

banner

Deste modo, a variação nominal do stock do crédito do SEE em USD 64,7 milhões entre 2022 e 2023 é quase que inteiramente explicada pelos movimentos da dívida interna.

O MEF refere que ao fecho do exercício económico, a dívida interna registou um fluxo liquido negativo na ordem de USD 69,9 milhões enquanto a dívida externa contabilizou um fluxo liquido positivo de USD 5,2 milhões.

O documento explica que a magnitude da redução do crédito interno foi maior do que a magnitude do aumento da dívida externa, o que influenciou não apenas o volume do stock, como também, a sua composição em termos de moedas de denominação.

Menciona-se ainda que a representatividade relativa do metical no stock da dívida do SEE recuou em quatro pontos percentuais a favor do dólar americano, passando de 35 por cento em 2022 para 31 por cento em 2023.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia