Terça-feira, 21 Maio, 2024
Início » Emissão de CO2 atingirá novo recorde

Emissão de CO2 atingirá novo recorde

Por admin-sn
379 Visualizações

A emissão do dióxido de carbono (CO2) para a atmosfera vai atingir um novo recorde em 2023, com 40,9 mil milhões de toneladas, segundo o novo relatório anual divulgado no âmbito da cimeira da ONU sobre o clima (COP28).
Este relatório da Global Carbon Project, que fornece uma visão global do ciclo do carbono, foi elaborado por investigadores da Universidade de Exeter (Reino Unido), da Universidade de East Anglia (UEA), do Centro de Investigação Internacional de Clima (Noruega), a Universidade Ludwig-Maximilian de Munique e 90 outras instituições ao redor do mundo, noticiou a agência Efe.
Esta é a 18.ª edição deste relatório, que conta com a participação de mais de 120 cientistas e será publicada na revista Earth System Science Data.
Segundo os dados, as emissões de CO2 provenientes dos combustíveis fósseis, principal fonte do efeito estufa global que provoca a crise climática, deverão ter aumentado 1,1 por cento em relação a 2022, com um novo recorde, atingindo 36,8 mil milhões de toneladas no final de 2023.
Somando as emissões de CO2 de origem fóssil com as provenientes das alterações no uso do solo, o total aumentará para 40,9 mil milhões de toneladas este ano, segundo previsões para o final do ano.
O valor global é superior ao de 2022, em que terão sido emitidas 40,6 mil milhões de toneladas de CO2 e confirma a distância que persiste com os objetivos climáticos globais para o seu cumprimento, que teria de ser urgente, segundo o relatório.
Embora com grandes incertezas, tudo indica que com o atual ritmo de emissões haveria 50 por cento de probabilidade de, em cerca de sete anos, o aquecimento global ultrapassar de forma normalizada o limiar de 1,5°C acima dos níveis da era pré-industrial.

Artigos que também podes gostar

Leave a Comment

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia