Domingo, 26 Maio, 2024
Início » Ex-médico ruandês condenado a 24 anos por genocídio

Ex-médico ruandês condenado a 24 anos por genocídio

Por admin-sn
432 Visualizações

UM tribunal de primeira instância de Paris condenou ontem a 24 anos de prisão o ex-médico ruandês Sosthène Munyemana pelo envolvimento no genocídio do Ruanda em 1994.

No final de quase 15 horas de deliberação, Munyemana, de 68 anos, foi considerado culpado de genocídio, crimes contra a humanidade, participação numa conspiração com vista à preparação destes crimes, bem como por cumplicidade.

Munyemana fazia parte de um grupo “que preparava, organizava, comandava diariamente o genocídio dos tutsis em Tumba”, no sul do Ruanda, declarou o presidente do tribunal ao anunciar a condenação.

Ao participar no genocídio em Tumba, Munyemana “participou no genocídio em todo o Ruanda”, referiu o veredicto.

banner

Depois do anúncio, os advogados do ruandês anunciaram de imediato a intenção de recorrer de “uma decisão inaceitável”.

Os advogados lamentaram que Munyemana, que vive no sudoeste de França desde Setembro de 1994, tivesse sido descrito em tribunal “como planeador” de um genocídio. “Tudo o que ele fez para salvar os tutsis saiu pela culatra”, disseram.

O Ministério Público francês tinha pedido ao tribunal uma pena de 30 anos de prisão, sublinhando que “a soma das escolhas de Sosthène Munyemana” entreAbril e Junho de 1994 “representa os traços de um genocida”.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Leave a Comment

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia