Sexta-feira, 24 Maio, 2024
Início » Proibição de carne de cão gera críticas dos restaurantes na Coreia do Sul

Proibição de carne de cão gera críticas dos restaurantes na Coreia do Sul

Por Issa Likwembe
410 Visualizações

O Parlamento sul-coreano aprovou, esta semana, uma lei que proíbe a criação, venda e abate de cães para consumo, que entrará em vigor no prazo de três anos.

A aprovação da lei está a causar apreensão entre os restaurantes sobre o seu futuro e a gerar críticas entre os consumidores.
As violações desta lei serão puníveis com até três anos de prisão e multa de 30 milhões de won (20.800 euros).

Escondido num beco no mercado de Chilseong, na cidade de Daegu, no Sul, o restaurante de Choi Tae-yeon oferece pratos tradicionais sul-coreanos, incluindo carne de cão cozida no vapor ou em caldo.

A carne de cão faz parte da culinária sul-coreana há muito tempo, mas o seu consumo caiu drasticamente nos últimos anos, à medida que cada vez mais jovens urbanos do país gostam de cães como animais de estimação.
“As coisas mudaram radicalmente”, contou Choi à agência France-Presse (AFP).

banner

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Leave a Comment

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia