Sexta-feira, 19 Abril, 2024
Início » ASSA MATUSSE: Tenho a missão de trazer o país um pouco fora

ASSA MATUSSE: Tenho a missão de trazer o país um pouco fora

Por Jornal Notícias
210 Visualizações

LUCAS MUAGA

ASSA Matusse define-se como uma verdadeira peregrina. Atravessa várias fronteiras pelo mundo, fazendo da música o seu passaporte.

Foi assim que de Maputo, onde nasceu em 1994 e cresceu no bairro de Mavalane, emigrou para Paris, capital da França, e de se faz ouvir em muitos países.

Foi tudo bem pensado e calculado, pois encara aquele país da Europa, onde actualmente reside, como uma espécie de janela para o mundo.

banner

Dali solta a sua voz amada por milhares de pessoas, sendo escutada por diversos amantes da música. E quando tal acontece, a Menina do Bairro, como é carinhosamente tratada pelos fãs, voa e engrandece o nome de Moçambique.

Em conversa, recentemente, com o “Notícias”, Assa Matusse disse ser alguém sem medo de desafios e que ama experimentar coisas novas. Está, por isso, radicada na França, mas pode futuramente regressar à sua terra natal ou até mesmo explorar outras geografias. Além disso, recordou que por pouco estaria a construir a sua carreira artística a partir da Noruega, onde estão outros moçambicanos como Ivan Mazuze e Deodato Siquir.

“É um bom país, seguro e vive-se bem, mas não tinha aquele peso musical que visualizo. A música na Noruega é dos noruegueses”, contou, reforçando a ideia de ser a França uma espécie de janela para o mundo.

Menina do Bairro chegou à Europa há mais de dois anos, quando o mundo lutava contra a pandemia do novo coronavírus, que eclodiu no país em 2020. Aquela doença teve impacto negativo em muitos sectores, incluindo o artístico. Obrigou, por exemplo, o Governo a encerrar palcos e a impedir a realização de eventos, deixando os profissionais da arte numa situação financeiramente complicada.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia