Terça-feira, 28 Maio, 2024
Início » SEGUNDO A ONU: Ofensiva israelita em Rafah viola Direito Internacional

SEGUNDO A ONU: Ofensiva israelita em Rafah viola Direito Internacional

Por Jornal Notícias
413 Visualizações

O ALTO-COMISSÁRIO das Nações Unidas (ONU) para os direitos humanos, Volker Turk, avisou que uma grande ofensiva israelita contra a cidade de Rafah, no sul da Faixa de Gaza, “não pode acontecer” porque violaria o Direito Internacional Humanitário.

“As últimas ordens de evacuação afectam quase um milhão de pessoas em Rafah. Para onde devem ir agora? Não há lugar seguro em Gaza!”, declarou Volker Turk, em comunicado citado pela AFP, no domingo.

Turk realçou que aqueles palestinos estão “exaustos e famintos”, muitos deles já foram deslocados várias vezes e não têm opções seguras para onde ir, estimando que uma ofensiva em grande escala teria “um impacto catastrófico” com a “possibilidade de novos crimes atrozes”.

Destacou o facto de a população “já estar profundamente traumatizada” e de as cidades que deveriam receber pessoas deslocadas de Rafah já estarem “reduzidas a ruínas”.

banner

Tal ofensiva “não pode acontecer”, vincou, apelando a todos os países que possam ter influência a fazer tudo para garantir que não acontece.

O responsável da ONU apelou também a Israel e aos grupos armados palestinos para que concluam um cessar-fogo, bem como a libertação imediata de todos os reféns.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia