Segunda-feira, 22 Abril, 2024
Início » ONU acusa China de violar direitos humanos em Xinjiang e no Tibete

ONU acusa China de violar direitos humanos em Xinjiang e no Tibete

Por admin
33 Visualizações

O chefe dos direitos humanos da ONU acusou hoje a China de políticas que violam direitos fundamentais, particularmente nas regiões de Xinjiang e do Tibete, num discurso proferido no Conselho dos Direitos Humanos em Genebra.
Volker Turk apelou igualmente a Pequim para que liberte os defensores dos direitos humanos detidos ao abrigo de um “delito vago de provocação de disputas e distúrbios” previsto no artigo 293.º do Código Penal chinês.

As críticas surgem quando se iniciam em Pequim as sessões parlamentares, o principal acontecimento político do ano na China, e a poucos dias do 65.º aniversário da revolta no Tibete, em 10 de Março de 1959.

Desde que assumiu o cargo, em Outubro de 2022, o alto-comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos tem sido criticado por não desafiar suficientemente a China em matéria de direitos fundamentais.

As críticas, segundo a Lusa, sugiram em particular desde a publicação, em Agosto de 2022, de um relatório muito crítico publicado por Michelle Bachelet, que precedeu Turk no cargo.

banner

Turk disse que “aguarda com expectativa a discussão” do artigo 293.º do Código Penal com as autoridades chinesas.

Referiu que está em curso com Pequim “um diálogo em áreas como as políticas de combate ao terrorismo, igualdade entre homens e mulheres, protecção das minorias, espaço cívico e direitos económicos, sociais e culturais”.

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia