Domingo, 21 Julho, 2024
Início » Força conjunta aborta exportação de troféus

Força conjunta aborta exportação de troféus

Por admin-sn
719 Visualizações

UMA força conjunta composta pela Autoridade Tributária de Moçambique (AT), Polícia da República de Moçambique e Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) abortou, quinta-feira, uma exportação ilegal de 651 pontas de marfim que se encontravam em trânsito no Porto de Maputo para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

A mercadoria era transportada num contentor cujos proprietários declararam às Alfândegas como tratando-se de milho. Entretanto, tinham sido 4.8 toneladas de pontas de marfim.

Estima-se que os troféus resultem do abate ilegal de mais de 200 elefantes em reservas nacionais e em alguns países africanos.

De acordo com o porta-voz do SERNIC na cidade de Maputo, Hilário Lole, a frustração do tráfico foi possível graças a uma denúncia da existência, no porto, de um contentor com carregamento suspeito.

“Após recebermos a informação fizemos a vistoria e descobrimos que existia na parte traseira e no meio do contentor sacos de milho com pontas de marfim. Na sequência, detivemos três cidadãos de nacionalidade moçambicana, que deverão ajudar a esclarecer sobre outras pessoas envolvidas neste crime ambiental”, frisou Lole.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia