Quinta-feira, 25 Julho, 2024
Início » ENVOLVENDO VALORES ACIMA DE 250 MIL METICAIS: Venda de viaturas e imóveis deve ser comunicada ao GIFIM

ENVOLVENDO VALORES ACIMA DE 250 MIL METICAIS: Venda de viaturas e imóveis deve ser comunicada ao GIFIM

Por admin-sn
1,6K Visualizações

ABIBO ALY

A PARTIR de agora, a venda de viaturas, de primeira e de segunda mãos, nos diferentes parques nacionais, bem como imóveis envolvendo valores acima dos duzentos e cinquenta mil meticais passa a ser comunicada ao Gabinete de Informação Financeira de Moçambique (GIFIM), no quadro do combate ao branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo.

A medida é justificada pelo facto de o país ter feito, em 2022, uma avaliação e estes dois ramos de actividade terem sido identificados como de alto risco para o branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo.

A informação foi avançada, em exclusivo, ao “Notícias”, por Paulo Munguambe, director dos Serviços Jurídicos, Estudos e Cooperação no GIFIM, acrescentando que estes sectores muitas vezes funcionam com valores físicos, o que aumenta a preocupação das autoridades.

Segundo ele, é necessário que as pessoa evitem fazer pagamentos em momentos de adquirir viaturas ou casas em numerário, sobretudo se envolver valores iguais ou superiores a 250 mil meticais, privilegiando o pagamento por POS, transferência ou cheque, porque os clientes podem estar a ser usados para branquear capitais.

O Ministério da Economia e Finanças (MEF), que tutela o GIFIM, juntou, na sexta-feira, em Maputo, mais de 60 pessoas de diversas empresas de venda de viaturas de primeira e de segunda mãos, imobiliários, casinos, entre outros, no sentido de sensibilizá-las para a necessidade do cumprimento da lei. 

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia