Domingo, 14 Julho, 2024
Início » REFLEXÕES DA MUVALINDA: Balzaquiana

REFLEXÕES DA MUVALINDA: Balzaquiana

Por admin-sn
300 Visualizações

Candida Muvale

DE certeza que muitos leitores não sabem o significado da palavra “balzaquiana” e me atrevo a dizer que é para alguns a primeira vez que a lêem. De acordo com pesquisas que fiz na internet, Balzaquiana é um adjectivo que qualifica a mulher de trinta anos de idade.

A expressão “mulher balzaquiana” teve origem após a publicação do romance “A Mulher de Trinta Anos”, do escritor francês Honoré de Balzac. A expressão “mulher balzaquiana” passou a fazer referência ao universo feminino da mulher de 30 anos de idade.

Trago hoje este termo pois amanhã, 23 de Março, completarei 30 anos de idade e serei uma balzaquiana. Eu amo celebrar aniversários, principalmente os meus aniversários, por isso neste dia muito especial para mim, decidi comemorar com uma viagem a ilha de Inhaca com a minha querida mãe, Dona Julieta Mute, que será a primeira viagem dela para a ilha.

E embora a previsão seja de chuva para amanhã, estou a orar e torcer para que o tempo melhore e nos permita aproveitar ao máximo esse fim-de-semana.

Uau! são 30 anos, três décadas. Não consigo acreditar que amanhã serei balzaquiana, sou grata a Deus por me ter abençoado e guardado os meus caminhos até à data de hoje, estou muito orgulhosa pelo meu percurso, conquistas, perdas, erros, acertos, tropeços,  altos, baixos enfim, sou grata pela aprendizagem e por chegar até ao dia de hoje saudável, feliz, a trabalhar com o que gosto e a correr atrás dos meus inúmeros sonhos.

Estudos revelam que as mulheres de 30 anos tendem a ser sexualmente mais confiantes, mais tolerantes em relação a sua aparência física, profissionalmente mais maduras e com clareza dos patamares que desejam alcançar, de personalidade mais estável e formada.

Porém, com a globalização, neste período é natural que possa ocorrer a chamada crise dos 30 anos, uma vez que muitas mulheres tendem a dar primazia aos estudos e carreira profissional. Quando completam 30 anos a pressão social para casar e ter filhos tende a aumentar, bem como a vontade pessoal de realizar esse desejo, visto que o instinto materno nessa idade fica mais apurado.

É exactamente com esta crise que estou a deparar-me agora, fora a pressão social que sofro de familiares, amigos e colegas para casar e ter filhos, eu, pessoalmente, tenho a cada dia o desejo imensurável de concretizar essas etapas de vida e oro diariamente para que Deus, sendo da Sua vontade, me abençoe nestes aspectos.

Enfim, muito poderia deixar ficar em relação à miscelânea de pensamentos e sentimentos que me invadem a mente e coração prestes a completar 30 anos.

Sinto que estou no lugar certo e na hora certa, sei que estou a caminhar numa grande e magnífica jornada que me permitirá aprender cada vez mais.

Agradeço a Deus pelo dom da vida, a minha família pelo suporte e amor, aos meus amigos e colegas pelo carinho e aproveito dizer ao meu futuro marido e filhos que carregarei no meu ventre, num futuro breve, que estou com muitas saudades do futuro e ansiosa para ver a Cândida Muvale esposa e mãe, uma vez que felizmente já sou cristã, filha, irmã, tia, psicóloga, activista social, actriz, professora, colunista, mestranda e eternamente sonhadora.

Para terminar, qualquer leitor que amanhã me quiser felicitar, pode o fazer através do meu email: muvalecandida94@gmail.com ou enviando um DM para a minha conta do instagram: @candidamuvale.

Concluo dedicando para mim o seguinte versículo bíblico no livro de Números 6:24-26: “O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; o Senhor levante sobre ti o seu rosto, e te dê a paz”. Amém

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia