Domingo, 23 Junho, 2024
Início » Destruídas 318 artes nocivas à pesca

Destruídas 318 artes nocivas à pesca

Por Jornal Notícias
339 Visualizações

Trezentos e dezoito artes nocivas à pesca foram apreendidas e destruídas durante o período de defeso do caranguejo do mangal e veda de pesca do camarão, na época 2023-24.

Além disso, foi igualmente confiscado um total de 20.141 quilogramas de diversos produtos pesqueiros, dos quais 19.782 quilos de peixe seco, 219 de camarão fresco e 140 quilogramas de caranguejo vivo.

Os indivíduos encontrados com estes produtos pesqueiros, de circulação proibida no período de defeso e aos que também trabalhavam com artes de pesca impróprias, foram aplicadas multas diversas. 

A apreensão resultou de um trabalho integrado, envolvendo o sector da Pesca, Polícia Costeira, Lacustre e Fluvial, Operadores de Pesca, a comunidade, entre outros intervenientes que trabalharam neste processo de fiscalização. 

the_ad_group(621);

Os dados foram partilhados em conferência de imprensa pela porta-voz da 7.ª Sessão Ordinária do Conselho dos Serviços de Representação do Estado, Ermelinda Maquenze.

A porta-voz explicou igualmente que a apreensão destes produtos pesqueiros é resultado da inspecção de 780 artes de pesca diversa, nos distritos da Beira, Dondo, Muanza, Búzi e Machanga.

Ermelinda Maquenze fez saber ainda que, durante este período, também foram realizadas 239 missões de patrulhas das 240 planificadas, das quais 220 terrestres e 19 marítimas.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia