Domingo, 14 Julho, 2024
Início » NYUSI E A MORTE DO ESTADISTA NAMIBIANO: Geingob foi crucial na criação da SAMIM

NYUSI E A MORTE DO ESTADISTA NAMIBIANO: Geingob foi crucial na criação da SAMIM

Por admin-sn
1,K Visualizações

Domingos Nhaúle, em Windhoek

O presidente da República, Filipe Nyusi, considerou ontem que a morte do estadista namibiano Hage Geingob é uma grande perda para Namíbia, Moçambique e África Austral.

Trata-se de uma figura cuja vida foi marcada pelo compromisso com a paz, estabilidade e progresso dos povos, tendo desempenhado um papel crucial para o envio da Missão Militar da SADC para Moçambique (SAMIM), que combate o terrorismo em Cabo Delgado.

Filipe Nyusi falava a jornalistas moçambicanos no final da visita à Namíbia, durante a qual participou nas exéquias do terceiro presidente deste país, cujos restos mortais foram depositados ontem na cripta dos heróis, em Windhoek.

“Enquanto Presidente da Troika da Política da Defesa e Segurança da SADC, o seu papel foi decisivo no envio da força da SAMIM”, frisou Nyusi.

Destacou ainda que Geingob foi preponderante na assinatura do Acordo de Paz e Reconciliação Nacional de Maputo, rubricado pelo Chefe do Estado e pelo presidente da Renamo a 6 de Agosto de 2019.

Leia mais…

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia