Director: Lázaro Manhiça

CHEGOU esta manhã, no Aeroporto Internacional de Maputo, o avião que transporta o lote de 384 mil doses da vacina da iniciativa COVAX e da doação da índia, para a campanha de imunização que hoje teve início em todo o país.

Trata-se de 100 mil doses doadas pela Índia e 385 mil do mecanismo COVAX, que neste momento decorre o seu descarregamento para serem depositados nos armazéns do Ministério da Saúde (MISAU) e posteriormente distribuídas pelo país.

A primeira fase da vacinação contra a Covid-19 termina esta sexta-feira (12) e a segunda dose será aplicada 21 dias depois.

 

Comments

O MINISTRO da Saúde, Armindo Tiago, foi o primeiro profissional da saúde a ser vacinado contra a covid-19, numa cerimónia que teve lugar na manhã de hoje (08), no Hospital Central de Maputo, dando o início da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19.

A campanha prevê imunizar um total de 65 mil profissionais da Saúde, no país e nas fases subsequentes quase 17 milhões de moçambicanos, excluíndo menores de 15 anos e mulheres gestantes.

A campanha de vacinação contra a Covid-19, visa conter as transmissões e o desenvolvimento de sintomas severos que levam à hospitalização e/ou morte dos infectados.

A realizar-se em quatro fases condicionadas à disponibilidade do imunizante, a campanha deverá alcançar, no fim, pelo menos 16.8 milhões de cidadãos, excluindo indivíduos menores de 15 anos de idade e mulheres grávidas.

Contudo, os detalhes relativos ao número de cidadãos a abranger em cada fase ainda não foram divulgados, sabendo-se, porém, que a primeira fase, que hoje arranca, vai contemplar 65 mil profissionais de saúde a todos os níveis.

Consta ainda nesta etapa a imunização de idosos vivendo em lares de terceira idade e os trabalhadores que os assistem, doentes com diabetes, inicialmente os registados nas associações de diabéticos até Dezembro, e agentes das Forças de Defesa e Segurança (FDS).

Comments

O PRIMEIRO-MINISTRO, Carlos Agostinho do Rosário, dirige esta manhã (9.45 horas), no Aeroporto Internacional de Maputo, a cerimónia de recepção de lotes da Vacina contra a Covid-19 doadas pela Índia e outras obtidas através da iniciativa global COVAX.

Trata-se de um total de 484 mil lotes de vacinas, sendo 384 mil doadas ao nosso país no âmbito da iniciativa COVAX e outras 100 mil doses da Vacina Covishield, fabricada pela farmacêutica Serum Institute of India, que fazem parte de uma doação da República da Índia, no âmbito das relações de amizade e cooperação bilateral entre os dois países, indica um comunicado de imprensa recebido pela nossa Redacção.

Comments

O MINISTÉRIO da Saúde (MISAU) reportou, este fim-de-semana, a ocorrência de 13 mortes vítimas da Covid-19, dos quais sete são mulheres e seis homens, que pereceram nas unidades de tratamento da doença no país, entre os dias 04 e hoje 07 de Março.

O cumulativo sobe para 693 óbitos causados pela doença no país.

De acordo com os comunicados de actualização de dados emitidos pelo MISAU, entre sábado e hoje domingo, o total de novos infectados atingiu 991 casos positivos, testados em mais de cinco mil casos suspeitos, o que eleva o cumulativo para 62.520 casos.

Os casos recuperados totalizaram 537 pessoas livres da doença, durante o período em causa, o que aumenta para 46.421 indivíduos recuperados e reduz para 15.147 casos ainda activos para o novo coronavírus.

Nas unidades sanitárias tiveram alta 54 doentes, enquanto 46 deram entrada e continuam acamados 160 doentes padecendo de doenças respiratórias, hipertensão arterial e diabetes.

Comments

CERCA de 270 famílias que construíram suas residências na zona de servidão do aeródromo de Inhambane, poderão ser retiradas, de forma a repor as condições de segurança e visibilidade necessária para operações aeroportuárias.

De acordo com o Presidente do Conselho Autárquico de Inhambane, Benedito Guimino, a operação da retirada compulsiva daquelas residências que foram construída à revelia das autoridades locais, vai iniciar esta semana e as pessoas serão reassentadas nos bairros Muelé III, Marambone e Malembwane.

Nestes locais, segundo explicou Guimino, a edilidade esta a criar condições básicas necessárias, nomeadamente, unidade sanitárias, água canalizada, escolas, energia eléctrica e vias de acesso. Nos mesmos locais, são reassentadas as famílias que estão sendo retiradas dos bairros Chalambe I e II, zonas ciclicamente afectadas pelas cheias na cidade de Inhambane.

O edil da cidade de Inhambane indicou que no que diz respeito às condições básicas nos locais de reassentamento, falou da existência das escolas secundárias de Muelé, Completa de Machare, a anexa de Muelé em Guitambatuno, e o centro de saúde 25 de Setembro como sendo as condições básicas necessárias na construção de novos bairros populacionais.

“Estamos a trabalhar com a FIPAG e EDM para canalizar água e instalar energia eléctrica para estes locais. O INGD também poderá fornecer kits de material de construção para apoiar algumas famílias vulneráveis sem condições para reconstruírem suas casas”, assegurou Guimino.

Comments

CONVERSAS AOS SÁBADOS

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Júlio Manjate

Administrator: Rogério Sitoe

Administrator: Cezerilo Matuce

JORNAL DIGITAL


Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction