O Conselho Autárquico de Chimoio já liquidou as dívidas com terceiros, avaliadas em pouco mais de 31 milhões de meticais, herdadas do anterior elenco de governação autárquica. A revelação foi feita pelo presidente da autarquia, João Ferreira, nas celebrações das bodas de ouro da cidade, assinaladas a 17 de Julho corrente. LEIA MAIS

 

Comments

As províncias de Tete, Sofala, Zambézia, Manica e Nampula estão a testar um novo método de prevenção do HIV para pessoas com alto risco de contrair o vírus da Sida.

Denominado Profilaxia Pré-exposição (PrEP), o método consiste na toma oral de medicamentos anti-retrovirais. Estes são administrados a trabalhadoras de sexo, casais discordantes (um HIV positivo e outro não), raparigas e mulheres dos 15 aos 24 anos, e homens que fazem sexo com homens cujo risco de infecção é maior.

A propósito, Francisco Mbofana, director do Conselho Nacional de Combate ao Sida (CNCS), explicou que a pré-proflaxia do HIV é um novo método de prevenção combinada do vírus da Sida, recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

A prevenção é feita tomando diariamente um comprimido para bloquear a infecção caso a pessoa tenha contacto com o HIV. O efeito começa a fazer-se sentir sete dias após a primeira toma.

“A Profilaxia Pré-Exposição não é para todos. Deve ser prescrita por pessoal médico clínico e não substitui o preservativo”, alerta Mbofana.

Explicou que a combinação de métodos de prevenção permite alcançar um maior nível de protecção, uma vez que a PrEP, ao contrário do preservativo, não previne de outras infecções de transmissão sexual e as gravidezes indesejadas.

Em Moçambique, os ensaios de utilização deste método iniciaram em 2016 em algumas províncias do centro e norte para se aferir a viabilidade e aceitabilidade, incluindo adesão da PrEP na população alvo.

Segundo Mbofana, não constituem verdade as informações que circulam nas redes sociais segundo as quais o PrEP está a ser implementado em todas unidades sanitárias do país para todo e qualquer cidadão.

“O MISAU distancia-se dessas informações por não corresponderem à verdade. O piloto está em curso e ainda não existem resultados que sugiram a expansão da PrEP em todo o território nacional”, esclareceu o director executivo do CNCS. 

Comments

Moçambique registou avanços na cobertura da vacinação de crianças nos últimos quatro anos, facto que contribuiu para a melhoria dos indicadores de saúde infantil. A percentagem de crianças completamente vacinadas subiu de 85 por cento, em 2015, para 94 por cento, no ano passado. A Ministra da Saúde, Nazira Abdula, dizque o Governo reconhece a vacinação como a intervenção de saúde pública mais eficaz na prevenção de doenças. LEIA MAIS

Comments

O Conselho Municipal de Chimoio reafirma o compromisso de tudo fazer para devolver o estatuto de cidade mais limpa do país à capital provincial de Manica.

A garantia foi dada, ontem, no “Café da Manhã” da Rádio Moçambique, pelo Presidente do Conselho Municipal de Chimoio, João Ferreira, a propósito da comemoração dos 50 anos de elevação da urbe à categoria de cidade que hoje se assinala.

As comemorações dos 50 anos de Chimoio foram marcadas pela deposição de uma coroa de flores na Praça dos Heróis, entrega da casa mortuária do Hospital Provincial de Chimoio, que beneficiou de obras de reabilitação e ampliação, e um espectáculo musical com artistas nacionais e do Zimbabwe.

Comments

Professores do ensino primário de oito distritos da província de Maputo pediram na tarde de ontem, em Magude, ao Presidente da República, Filipe Nyusi, o fim de turmas ao ar livre nas escolas, de modo a melhorar o seu desempenho no processo de ensino e aprendizagem.

Trata-se de professores dos distritos de Matutuíne, Namaacha, Boane, Moamba, Matola, Marracuene, Manhiça e Magude, que alegam que o funcionamento de aulas ao ar livre está a colocar em causa a qualidade do ensino e aprendizagem.

A classe de professores acrescentou que naquelas condições de trabalho o programa pedagógico não se cumpre na totalidade, porque tem havido interrupção de aulas durante o ano lectivo, sempre que ocorrem   intempéries. 

Os docentes reclamaram ainda, junto do Presidente da República, da falta de pessoal de apoio nas escolas primárias, facto que concorre para o mau ambiente de trabalho e que  desmotiva, de certa forma, os professores.

A falta de políticas ou programas de promoção de habitação ou aquisição de espaços para fixação de residências de professores e/ou a falta destas nas escolas fazem parte da lista das preocupações apresentadas.

Outro problema mencionado pelo grupo é relativo à falta de pagamento do subsídio de localização  em alguns  distritos da província de Maputo.

Em forma de resposta, o Presidente da República afirmou que todas as reclamações apresentadas pelos professores foram anotadas e acolhidas, pelo que vão ser analisadas com mais pormenor para se encontrar uma solução equilibrada.

Comments
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Tomato Green Blue Cyan Dark_Red Dark_Blue

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction