Domingo, 21 Julho, 2024
Início » MALEIANE NA REUNIÃO DA IDA: País espera mais fundos do Banco Mundial 

MALEIANE NA REUNIÃO DA IDA: País espera mais fundos do Banco Mundial 

Por Osvaldo Gemo
1,1K Visualizações

OSVALDO GÊMO, em Nairobi

MOÇAMBIQUE é cumpridor na sua relação de endividamento com o Banco Mundial e espera continuar a aceder a mais fundos concessionais ou donativos para investir no combate à pobreza e promoção do desenvolvimento.

Segundo o Primeiro-Ministro, Adriano Maleiane, que falava a jornalistas, em Nairobi, após participar na Cimeira dos Chefes de Estado e do Governo africanos de harmonização de posições para o próximo pacote de financiamento da Associação Internacional para o Desenvolvimento (IDA 21), do Banco Mundial, a relação com esta instituição financeira é importante para os compromissos de erradicação da pobreza até 2030.

Admitiu que Moçambique ainda tem muito por fazer e precisa de fundos concessionais para acelerar a implementação dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Acrescentou que todas as prioridades elencadas pelos países africanos nas discussões com o Banco Mundial fazem parte do plano do Governo, daí a expectativa que o IDA 21, para o período 2026/2029, se concretize.

“O fim do IDA 21 coincide com a proximidade da avaliação do cumprimento dos ODS. Como sabeis, o retorno dos investimentos sociais é muito longo, por isso gostaríamos de ter mais fundos concessionais e/ou donativos”, ressalvou.

Em relação às preocupações com transparência na gestão dos fundos, Maleiane apontou que Moçambique é cumpridor e não tem recebido queixas do Banco Mundial.

Artigos que também podes gostar

Propriedade da Sociedade do Notícias, SA

Direcção, Redacção e Oficinas

Rua Joe Slovo, 55 • C.Postal 327

Capa do dia